sábado, 31 de maio de 2014

CCBB abre exposição com 150 obras de Salvador Dalí, no Rio de Janeiro

Dali Atomicus, by Philippe Halsman (1948)
Em cartaz até setembro, mostra é composta por pinturas, desenhos, gravuras, fotografias e documentos do pintor surrealista

A exposição Salvador Dalí, que entrou em cartaz nesta sexta-feira (30) no Centro Cultural Banco do Brasil do Rio de Janeiro, apresenta 150 obras do artista catalão que morreu há 25 anos. Esta é a maior retrospectiva de Dalí já feita no Brasil e apresenta sua criação desde os anos 1920 até os últimos trabalhos.
São 29 pinturas, 80 desenhos e gravuras, fotografias e documentos, cuja ênfase recai sobre o período surrealista, mas outras fases criativas do catalão também estão contempladas. A ideia é que o visitante reconheça a evolução artística de Dalí e perceba as diferentes influências, os recursos técnicos, referências ideológicas e simbolismos usados em cada fase.
O universo onírico e provocante de Salvador Dalí ocupa 1000 m² do primeiro andar do CCBB-RJ, que celebra 25 anos. Estão expostas telas do período de sua formação como pintor, como Retrato del padre y casa Es Llander(1920) e Autorretrato cubista (1923); e obras da fase surrealista, que o consagrou, como Monumento imperial a mujer-niña (1929), El sentimiento de velocidad(1931), Figura y drapeado en un paysage (1935) e Paysage pagano medio (1937).
“Queremos mostrar o Dalí surrealista, mas também aquele que se antecipa ao seu tempo, que é audacioso, que defende a liberdade de imaginação do artista em sua própria criação”, afirma Montse Aguer, curadora da exposição e diretora do Centro de Estudos Dalilianos da Fundação Gala-Salvador Dalí.

Além das telas, a mostra organizada pelo Instituto Tomie Ohtake traz documentos e livros da biblioteca particular de Dalí, que traçam um diálogo com as pinturas e proporcionam uma viagem biográfica e artística pela carreira do pintor. Há desenhos feitos por Dalí para ilustrar os livros Cantos de MaldororDom Quixote de La Mancha, de Miguel de Cervantes, e Alice no País das Maravilhas, de Lewis Carrol.
As obras vêm das principais instituições colecionadoras do artista: Fundação Gala-Salvador Dalí, em Figueres, Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofía, em Madri, e o Museu Salvador Dalí, na Flórida. Já os livros e documentos foram cedidos pelo Centro de Estudos Dalilianos.
Salvador Dalí fica em cartaz no CCBB-RJ até 22 de setembro e depois segue para o Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo, onde poderá ser visitada de outubro a dezembro deste ano.
Exposição Salvador Dalí
Quando: até 22 de setembro, de quarta a segunda, das 9h às 21h
Onde: Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro
Rua Primeiro de Março, 66, Centro, Rio de Janeiro (RJ)
Quanto: grátis
Mais informações: (21) 3808-2020

Fonte: RBA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, seu comentário e muito importante para o Fuzuê das Artes